Sexta, 15 de Outubro de 2021 17:14
51 98419-1295
Polícia Itajaí / SC

Mulher é encontrada morta ao lado do marido em Itajaí e caso intriga polícia

Casal foi encontrado pelos filhos depois de passar horas trancado no quarto.

16/08/2021 20h48
166
Por: Redação Sou Catarinense Fonte: Band Fm Itajaí
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Um suposto assassinato ocorrido em Itajaí na noite deste domingo (15) intrigou a polícia pelos elementos encontrados na cena da ocorrência: a mulher de 43 anos estava sem vida ao lado do marido, 47, que desnorteado não conseguia falar. Nenhuma arma foi encontrada, mas a vítima possuía sinais de violência pelo corpo. 

O caso é investigado pela Polícia Civil.

Os bombeiros militares foram acionados antes das 23h. Chegando ao imóvel no bairro São Judas, atenderam a mulher, que estava deitada no chão do quarto dela, nua, ao lado da cama, com sangramento no nariz, hematomas pelo corpo e queimadura de segundo grau em uma das pernas. Já não havia o que fazer.

O marido, porém, estava consciente, mas totalmente desorientado, deitado na cama. Ele possuía um machucado na cabeça. Havia urina e fezes pelo quarto. De acordo com o relato dos filhos, de 18 e 22 anos, eles notaram que os pais não saíram do cômodo durante todo o dia; bateram à porta e só conseguiram escutar o pai balbuciando algo.

O mais velho então arrombou a entrada. Quando entrou, viu que a mãe estava de joelhos e cabeça no chão, em posição fetal. Os filhos deitaram a mulher e tentaram reanimá-la com massagem cardíaca, mas sem sucesso. Com a chegada do socorro e a situação observada, polícia e perícia foram chamadas.

​Segundo a PM, a porta do quarto teria marcas de arrombamento antes do filho de 22 anos forçar a entrada. A jovem de 18 anos contou que na noite anterior ouviu um barulho no cômodo dos pais e perguntou se estava tudo bem. A mãe teria dito que sim.

O homem foi levado ao hospital sob custódia da polícia, já que se tornou suspeito do crime. A reportagem tentou contato com o delegado responsável pelo inquérito para esclarecer qual a conclusão do laudo cadavérico e a principal linha de investigação, mas não teve retorno.

> Receba todas as notícias do Portal Sou Catarinense no seu WhatsApp. Clique aqui.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.